A sexta-feira é mundialmente conhecida como o dia do “Happy Hour”. Milhões de pessoas curtem o final do expediente de trabalho em praças, bares, lanchonetes e restaurantes. Nesses locais o consumo e descarte incorreto do plástico é enorme. Podemos listar: copos, talheres, garrafas, embalagens diversas (tipo, aquelas que se pede “para viagem”) e muito mais.

A ideia simples de pensar o desafio #SextaSemPlástico propõe conscientizar as pessoas sobre os impactos dos produtos feitos com plástico de uso único sobre as praias e o oceano, a biodiversidade marinha, a sociedade, a saúde humana e o planeta.

Convidamos todos a diminuir o consumo pelo menos uma vez por semana e a descobrir novas formas de reduzir a pegada do plástico, reaproveitar materiais e reciclar aquilo que não pode mais ser usado.

Os números da poluição dos oceanos pelo plástico são alarmantes:

– Anualmente entre 8 e 13 milhões de toneladas de plástico chegam aos oceanos;

– Até 2050 haverá mais plástico do que peixe nos mares;

– 90% das aves marinhas têm plástico no estômago;

– O Brasil é o quarto maior gerador de resíduos sólidos no mundo – 79 milhões de toneladas/ano;

– Existem 5,25 trilhões de pedaços de detritos de plástico flutuando nos oceanos;

Portanto, reduzir o consumo do plástico descartável, além de ser uma atitude de responsabilidade pelo planeta, é um ato de coragem frente a onda global de poluição que afeta as praias, rios e oceanos ao redor do globo terrestre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.