Remando por Um Mundo Melhor

Remando por um Mundo Melhor é um movimento de remada socioambiental iniciado no ano de 2012, pela Ecosurf, que busca mobilizar os praticantes das diversas modalidades de surf e remo para a promoção de um alerta global sobre os problemas ambientais agravados pela ação humana no Planeta.

Objetivos:

* Gerar a consciência ambiental entre os participantes;

* Chamar atenção das autoridades para os desafios da gestão responsável dos recursos naturais; e

* Contribuir para o fortalecimento da cidadania socioambiental entre os públicos.

A primeira edição da remada aconteceu em 2012, na orla da cidade de Santos-SP, com o tema: Floresta e teve como objetivo chamar a atenção da sociedade para os retrocessos que a legislação ambiental brasileira iria sofrer com as alterações do Código Florestal.

#RemandoPorUmMundoMelhor #DiaMundialDaAgua #Ecosurf

No próximo dia 22 de março é comemorado internacionalmente o Dia Mundial da Água, data estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU), como marco histórico para trazer a reflexão entre os povos sobre importância que a água possui na manutenção da vida no planeta Terra.

Nos últimos meses a região sudeste do Brasil está sofrendo a maior crise hídrica da sua história. Reservatórios vazios, abastecimento racionado e ausência de mobilização social das autoridades para atacar o problema, são alguns elementos que intensificam a crise. Nesse cenário a organização socioambientalista, Ecosurf, decidiu realizar um alerta global, entre os surfistas, para falar sobre a água.

A proposta da Ecosurf é reunir surfistas de Stand Up Padle (SUP) de toda região metropolitana da capital paulista e litoral para uma reflexão coletiva sobre a importância das águas dos rios, e, como, atualmente, se encontram a situação dos mananciais, diante da atual crise hídrica, que já afeta milhões de pessoas em diversas regiões do Brasil.

A data escolhida para o evento, chamado: “Remando por um Mundo Melhor” é o dia 22 de março – Dia Mundial da Água. Todos participantes serão convidados a remar no estuário do Rio Itanhaém, que pertence a maior bacia hidrográfica costeira do estado de São Paulo.

A ideia é fazer uma grande mobilização sobre a importância da água na vida da população e como os cidadãos podem assumir suas responsabilidades na conservação e no uso racional desse bem comum e vital para a vida.

Além da remada, vai haver a despoluição das praias e costões rochosos que fazem parte da foz do Rio Itanhaém. Local que possui beleza cênica única por abrigar inúmeras espécies de aves migratórias e por ser o berçário da vida marinha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.